Você Tem Fome Do Que? (Parte 1)

Pr. Vagner Oliveira 

Hoje em dia, tudo o que se for fazer é possível encontrar inúmeras opções, todos os gostos estão bem supridos. Estilos musicais, roupas, acessórios, costumes, religiões, enfim, muitas opções nós temos para escolher. Mas a pergunta é: você tem fome do que? Do que você tem buscado se alimentar, das inúmeras opções que o mundo tem a oferecer, ou do Pão da Vida que é Jesus? É justamente sobre isso que queremos falar nessa mensagem.

Podemos ver no texto de Êxodo 16:1-4, quando o povo de Israel já havia sido retirado das mãos do Faraó no Egito, onde eles haviam provado de inúmeras experiências com Deus, viram o Egito ser atingido pelas dez pragas, e depois o mar se abrir diante deles, e também viram o mar se fechar, aniquilando com a vida de faraó e seu exército. Aquele povo viu as águas amargas se tornarem doce e pura para se beber. Porém apenas alguns dias depois, o povo já tinha se esquecido de tudo aquilo que Deus fez por eles. Diante da falta de comida, a solução que eles acharam foi reclamar de sua fome, ao invés de pedir mais uma vez a ajuda do Deus que os livrou da mão de faraó. E o povo dizia:

“Quem dera tivéssemos morrido por mão do Senhor na terra do Egito, quando estávamos sentados junto às panelas de carne, quando comíamos pão até fartar! Porque nos tendes trazido a este deserto, para matardes de fome a toda esta multidão.” Êxodo 16:3

Essa foi uma geração de coração dura, e por conta disso, eles não entraram na terra prometida, somente os filhos deles e seus descendentes é que entraram em Canaã, a terra que Deus separou para eles. Todo esse descontentamento e murmuração por parte do povo, naquela época e também nos dias atuais, só se dá por um motivo: a falta do Pão da Vida. Não estamos falando de um pão qualquer que compramos ao ir na padaria, mas do próprio Senhor Jesus Cristo, o verdadeiro Pão da Vida, por isso a pergunta: você tem fome de que?

No texto de João 6:31-35, vemos Jesus falando da simbologia do maná, o pão que caia do céu para alimentar o povo de Israel. Jesus aqui se revela como sendo o verdadeiro Pão da Vida, e afirma:

“Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede”. João 6:35

Se você comer do Pão da Vida que é Jesus, você nunca mais terá fome, mas hoje, do que você tem tido fome? Todo aquele que não tem do Pão da Vida, acaba sofrendo de alguns sintomas doentios da alma. Vamos analisar alguns pontos que se pode observar da vida desse povo de coração duro que estava no deserto, mas que pode ser encontrado também hoje em nosso meio, devido a falta do Pão da Vida nas nossas vidas.

1)     A falta do Pão da Vida nos torna incrédulos

A falta do Pão a Vida nos torna incrédulos, que por usa vez, atrai a murmuração para nossa vida. Esse sem dúvidas é um sintoma maligno. Aquele povo reclamava porque não tinha vida e relacionamento com Deus. A murmuração produz quebra de aliança, e vemos isso quando o povo percebe a falta de comida, e então cada um deles começa a reclamar do seu próprio problema, que era a fome, e daí partiu a reclamação e incredulidade, de não crer que Deus poderia fazer algo por eles.

Aquele povo não eram discípulos, eles eram multidão, e até o momento em que não se vê problema e que tudo está bem, a multidão fica quieta e feliz, mas ao menor sinal de perigo, a multidão se rebela. Não podemos nos enganar com a multidão, a mesma que cantou para Jesus em Mateus 21:09 quando Ele entrava em Jerusalém, foi a que o condenou em Mateus 27:21-22. Multidão não tem qualquer compromisso ou transparência, pouco importa a direção que a multidão vai tomar, para ela importa apenas “ver algum resultado” que pareça bom aos olhos, algum resultado de imediato.

Aquele povo murmurava contra Deus e também contra Moisés, mas mal sabiam eles que toda liderança é instituída por Deus, não importa se é a liderança da Igreja, ou se é a liderança de um país, conforme vemos em Romanos 13:1-2. Quando desonramos alguma liderança ou autoridade sobre nossas vidas, desonramos na verdade ao próprio Deus. Porém, por mais que eu deva honrar a minha liderança, eu não preciso depender dela para avançar em Deus! Jesus, o Pão da Vida, morreu em nosso lugar, e o véu que nos separava de Deus foi rasgado de cima a baixo, ou seja, o véu foi rasgado de Deus para o homem, e agora o Caminho que nos leva até Deus está livre, Jesus é o intermediador entre Deus e nós, não precisamos esperar por mais ninguém para termos um relacionamento com o Pai.

2)     A falta do Pão da Vida nos faz culpar as pessoas

Quais tem sido as suas responsabilidades diante de Deus? Se encha do Pão da Vida, e assuma cada uma delas, no sucesso ou no momentâneo fracasso, você é responsável por aquilo que Deus te confiou, não tente jogar a culpa em alguém, daquilo que você mesmo é responsável, se você tem feito isso, tudo indica que tem passado fome, e não tem se alimentado do Pão da Vida. Pense nisso, e auto avalie-se, pois ainda que você esteja errando, só quem pode resolver para você é Jesus, nossa esperança está no Senhor! (Colossenses 1:27)

Só vamos realmente avançar quando estivermos cheios do Pão da Vida, pois ai então será Ele que fará por nós. Não se engane, é o Senhor que nos dá do Pão da Vida, conforme vemos em João 6:32. Se aquele povo tivesse do Pão da Vida, da presença de Deus, eles nunca teriam colocado a culpa em Moisés, antes teriam assumido esse problema, e buscariam uma solução no Senhor.

3)     A falta do Pão da Vida nos traz saudades do Egito

“E os filhos de Israel disseram-lhes: Quem dera tivéssemos morrido por mão do Senhor na terra do Egito, quando estávamos sentados junto às panelas de carne, quando comíamos pão até fartar!” Êxodo 16:3

Aquele povo preferia ser escravo comendo carne, do que serem livres e clamarem uma solução da parte de Deus. Trocariam a liberdade deles por comida e chicotadas. Preferiam morrer nas mãos de faraó, do que viver nas mãos de seu Deus e Pai. Veja o que a falta do Pão da Vida nos faz, o que a falta da presença de Deus nos faz, ficamos cegos.

Do que você tem fome? Das coisas de Deus, ou das coisas do mundo? Uma música secular aqui, uma dose de bebida alcoólica dali, talvez alguns capítulos da novela, e assim por diante. E então você pode me dizer: “Não tem nada a ver ouvir uma musiquinha dessas”, ou ainda: “É só um golinho, a bíblia diz que só não posso me embriagar, só um pouquinho eu posso”. Porém a questão não é sobre “pode ou não pode”, a questão é o quanto você é consagrado, a questão é o quanto da vida de Deus você quer na sua vida, a questão é se prefiro uma dose de bebida ou se prefiro me encher do Espírito Santo de Deus. Afinal de contas, do que eu tenho fome?

Aquela geração que murmurou não entrou na terra prometida por conta de ter a identidade e a mentalidade do mundo, por isso o Senhor não os permitiu entrar em Canaã. Qual tem sido sua identidade, do Pão da Vida ou desse sistema maligno? Se não quiser passar fome, se encha do Pão da Vida, e ai então você não terá saudades do Egito, pois estará vivendo na graça de Deus.

4)     A falta do Pão da Vida nos faz viver as experiências do passado

O pão que eu comi hoje, não vai me alimentar amanhã. Deus tinha um princípio para nos ensinar aqui, em que Ele daria a porção diária para o povo de Israel, conforme lemos:

“Então disse o Senhor a Moisés: Eis que vos farei chover pão dos céus, e o povo sairá, e colherá diariamente a porção para cada dia…”.  Êxodo 16:4

O maná era dia após dia, Deus os instruiu para não guardar para o dia seguinte, era para pegarem somente a porção diária. E isso nos diz que não devemos viver de coisas velhas. É muito bom o tempo de Deus que vivemos nas nossas vidas. Talvez uma experiência com o Senhor que te marcou, ou um tempo muito bom, vivido com a Igreja local, tudo isso é bom, mas se faz parte do passado, é preciso partir para algo novo, trocar de bagagem. Deus tem projetos novos para fazer, unção nova para um propósito novo. Avance no Senhor!

As experiências lá do passado, de quando eu ainda não conhecia o Senhor, precisam ser deixadas para trás. Se tenho fome das coisas do mundo, é porque não tenho me alimentado das coisas de Deus, do Pão da Vida. Do que eu tenho fome? Meu estômago espiritual está vazio? Se sim, o Senhor nos chama hoje para matar a nossa fome!

“E Jesus lhes disse: Eu sou o Pão da Vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede.” João 6:35

Se você está cansado de se alimentar de qualquer coisa, se você está cansado de viver do passado, alimente-se do Pão da Vida hoje mesmo! Do que você tem fome? O Senhor está pronto para te dar de comer, e não qualquer comida, mas do verdadeiro Pão da Vida, Jesus Cristo, e ai então, nunca mais passaremos a ter fome pelo pecado, antes estaremos saciados em Sua santidade, cheios de Sua doce presença. Do que você tem fome? Alimente-se do Pão da Vida, e nunca mais tenha fome.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>