Salvação, conversão e a santificação

Pr. José da Silva

Texto Base: Lucas 15:1-7

Ao longo da nossa caminhada cristã corremos sérios riscos de esfriar ou se acostumar com as coisas de Deus, por esse motivo dia após dia precisamos repensar a nossa maneira de viver.

Sabemos que Cristo morreu e hoje somos salvos, mas será que só isso é suficiente? Será que temos nos preocupado com o que agrada o coração de Deus?

Em Lucas 15:1-7 conta a parábola da ovelha perdida e nessa história há um segredo que Jesus nos ensina, Ele nos mostra que o que realmente quebranta o coração de Deus é o homem, o indivíduo, o ser único. Ainda que existisse somente um pecador na Terra, Deus, mesmo assim enviaria Jesus por causa desse único.

Deus nos ama individualmente, e nós estamos no centro do coração Dele, Ele cuida de tudo o que diz respeito a nós, mas infelizmente hoje existem muitos que passaram pela igreja, conheceram ao Senhor, mas decidiram não se envolver, decidiram que não precisam mais da comunhão com os irmãos, a maioria cria desculpas para não estarem mais neste meio.

O que leva as pessoas a se afastarem?

Podemos fazer uma comparação: Quando lemos o livro de Atos, especialmente a partir do capítulo 2 após o Dia de Pentecostes, vemos que a igreja prosperou e influenciou, mesmo debaixo de crise, tanto que foram capazes de derrubar o governo Romano, a partir de então a história foi outra. Com isso, uma pergunta nos deve ser feita: Qual o perfil da igreja de hoje?

Precisamos avaliar onde estamos errando, o que temos deixado de fazer. Por que depois de tantos anos de igreja ainda vemos características estarrecedoras na vida de cristãos? Tantas coisas simples como mentira, palavrão, pornografia, pessoas rudes, quantos ainda estão aprisionados a vícios grosseiros. FALTA ALGO!

Por conta disso, vamos estudar a respeito de 3 aspectos que todo cristão deve levar em consideração na sua vida: SALVAÇÃO, CONVERSÃO, SANTIFICAÇÃO.

Muitos possuem a ideia de que ao aceitar Jesus esses três aspectos são nos dado de graça, como um pacote, porém não é assim, a salvação é gratuita, mas conversão e santificação exigem esforço e há um preço a pagar embora os três devam andar juntos.

O que é a salvação? (Efésios 2:8-9)

Não há nada que façamos para sermos salvos além de crer no Senhor Jesus que ressuscitou, Ele é o único que pode intervir na nossa caminhada pro inferno, somente ELE pode nos dar o novo nascimento. Salvação é quando o Espírito Santo entra no espírito humano e o vivifica, fazendo com que ele adquira então a disposição de conhecer e se aproximar das coisas de Deus. Infelizmente muitos param por aí, acham que ser salvo é suficiente e não buscam mais o crescimento. A salvação regenera o espírito, mas, além disso, é necessário se converter.

O que é a conversão? (Lucas 22:31-32)

A conversão é um processo diário na vida do Cristão, pois a salvação não remove as vontades e desejos da alma. Converter é crucificar a carne, alinhar as próprias vontades com as vontades do Pai. Em Lucas 22:31-32 satanás reivindicou Pedro, e após 3 anos de caminhada com o Senhor, Jesus nos mostra que as atitudes de Pedro era de alguém que não havia se convertido.

A conversão é tarefa nossa e tem preço e renúncia, está ligada a libertação.

Nossa alma precisa mais do que transformação, mas de um “transfundamento”, ou seja, novos fundamentos à luz da palavra de Deus, é preciso haver alinhamento de conceitos e valores. A conversão é para aqueles que sabem perseverar. Como saber se somos convertidos? É necessário avaliar se existe alguma área da nossa vida que não mudou, o nosso chamado ponto fraco. Até quando esperaremos o Espírito Santo confrontar nossa carne? A conversão de um cristão é de total importância, pois chegará um tempo onde ficaremos largados à nossa própria sorte, pois a desobediência faz com que Ele nos deixe tomar nossas próprias decisões e escolhas.

O que é a santificação? (Hebreus 12:14)

É preciso viver uma vida de santidade. A santificação é a proteção de alguém que se converteu genuinamente. Muitos querem ver a Deus mão não querem se santificar, mas a palavra em Hebreus 12:14 é bem clara quando diz que sem santificar-se, não é possível ver a Deus. Santificar-se é algo mais estreito, profundo.

Existem alguns pontos na nossa vida que precisam urgentemente serem santificados, pois através deles se dá muitas vezes o fato de se esfriar na fé.

OLHOS: Precisam ser santos, olhos santificados são olhos controlados.

LÍNGUA: Não deve haver palavras torpes, palavrões, maledicência.

MÃO: O que nossas mãos tem tocado?

PÉS: Em quais lugares nossos pés têm pisado? Precisamos nos livrar de caminhos maus.

A finalidade de tudo é fazer com que a vida cristã seja leve e cheia dos frutos do Espírito e não mais da carne descritos em Gálatas 5:18-25.

Talvez achemos difícil dar conta de tudo isso, porém aqueles que conseguem ter Domínio Próprio estão habilitado a viver todas as demais coisas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>