Revendo o seu passado

Pra. Renata
Texto Base: II Reis 5:1-14

Somos o reflexo de marcas que recebemos ao longo da nossa vida e muitas vezes tudo isso deturpa a imagem de Deus em nós, mas o Espírito Santo quer nos curar e nos ensinar a lidar com nossas marcas, pois muitas vezes Ele fica impossibilitado de realizar milagres por existir coisas que nos prendem. Ele conhece tudo em nós.

Em II Reis 5:1-14 conta a história de um homem chamado Naamã, o qual estava doente e por conta disso não poderia mais realizar sua função, talvez estejamos assim também, doentes espirituais e não sabemos que esse é o maior motivo de nada dar certo e de não rompermos em Deus.

Na história de Naamã existem muitas lições às quais podemos aplicar no nosso dia a dia para que possamos viver as delícias de Deus nessa terra, ele recebeu uma instrução e foi até o profeta, isso nos fala de sair do comodismo, irmos até Deus e não mais esperar as coisas caírem do céu, uma menina enviada por Deus mostrou a ele que era necessário posicionamento da parte dele, e quantas vezes o Senhor tem colocado pessoas para falar em nossas vidas, nos ensinar a ter atitude?! Não adianta colocarmos uma pedra em cima dos problemas e fingir que está tudo bem. Precisamos ir até o profeta, ou seja, precisamos ir até Deus. Ele quer nos ajudar a ter uma vida resolvida e isso depende do nosso posicionamento.

Nos versículos 9-12 Deus usa Eliseu para tratar o coração de Naamã. A bíblia narra que Eliseu não o recebeu pessoalmente mas “mandou recado” e por conta disso Naamã ficou furioso. Deus permite circunstâncias contrárias à nossa vontade para tratar conosco, talvez Naamã esperava receber um tratamento diferenciado, criou expectativas de que falaria com o próprio profeta afinal ele era um homem conceituado mas se viu humilhado, Deus viu a necessidade de primeiramente tratar o orgulho de Naamã, para depois tratar sua enfermidade, e isso ocorre nas nossas vidas muitas vezes, talvez esperamos tanto por uma benção, esperamos tanto pelo milagre, criamos tanta expectativa de que Deus com certeza dará aquilo que estamos pedindo quando na verdade o Senhor decide primeiramente tratar o nosso caráter e isso nos enfurece, mas precisamos aprender a ser obedientes, ainda que seja fora da nossa vontade.

Será que temos obedecido a Deus e aos profetas que Ele coloca em nossas vidas?

Não é indo embora que se resolvem as coisas, mas sim, batendo de frente com o que nos prende.

QUEM SE HUMILHA É EXALTADO, QUEM PERDE GANHA! Esse é o reino de Deus.

Naamã mergulhou 7 vezes no rio Jordão. Mas por que 7?

Este número simboliza a perfeição, portanto Deus quer nos ajudar a terminar tudo o que começamos, quer nos ensinar a ser pessoas que não param pela metade, não param no meio do caminho.

Naamã não mergulhou 3 ou 4 vezes, mas OBEDECEU, mergulhou 7 vezes, ainda que contrariado e envergonhado, se despiu de tudo e foi até o fim, não houve falsidade, não pôs pedra em cima, não houveram máscaras, ele simplesmente obedeceu por completo e por isso foi curado.
A obediência traz cura.

O mundo tenta mascarar os nossos problemas e dificuldades, o mundo prega que pra se sentir livre precisa beber ou usar drogas, por exemplo, o mundo tenta mascarar os sintomas da doença, mas precisamos crer que existe um Deus interessado em não apenas tirar a dor, mas cortar pela raiz toda marca e ferida existentes na nossa vida, por isso é preciso MERGULHAR. Que possamos a partir de hoje tomar uma atitude e nos posicionar em Deus para sermos curados.
Em nome de Jesus.

2 ideias sobre “Revendo o seu passado

  1. maristela

    è uma grande verdade precisamos , quebrantar os nossos corações e viver em cristo.
    essa palavra falou muito com migo, Que Deus continue te abençoando a vc e toda sua familha.

    tenha um final de semana abençoado em nome de Jesus.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>