Qual Evangelho Temos Vivido?

Preletor: Pr. José da Silva
Texto Base: Lucas 4:1-13

Você sabe oque significa a palavra evangelho? Significa as “boas novas”. Jesus prega em seu evangelho as boas novas, a chegada do reino dos céus. Não devemos ignorar o fato de que satanás também tem o seu evangelho. Sim é isso mesmo, satanás anuncia o evangelho do inferno. O objetivo central dessa palavra é abrir os olhos de nós cristãos, afim de, avaliarmos que tipo de evangelho nós temos vivido e anunciado.

Lemos em Lucas 4:1-13 a passagem em que Jesus é conduzido ao deserto pelo Espírito Santo, e é tentado por satanás. Jesus aqui tinha acabado de ser batizado nas águas por João Batista, e satanás foi até Jesus para anunciar o seu evangelho. E oque satanás fez com Jesus é oque ele tem feito ainda nos dias de hoje, tem tentado e conseguido evangelizar muitos, com as práticas do pecado. Há aqueles que dizem que o diabo não existe, puro engano, e é exatamente isso que o diabo quer que venhamos a pensar, que ele não existe.

Fato é que o mundo não estaria da maneira que está hoje se o diabo não existisse. Não subestime satanás, ele tem uma mente brilhante e inteligente, porém perversa, levando as pessoas a pecarem contra si mesmas e contra Deus. Tudo isso começou quando satanás, um anjo de luz criado pelo Senhor ousou ser maior que Deus, o seu Criador, e foi expulso da presença do Senhor, junto com um terço dos anjos que ali estavam. E satanás caído, influencia o homem e a mulher a pecarem, desobedecendo á Deus (Gn 3). O primeiro assassinato também foi influenciado por satanás, quando Caim matou seu irmão Abel (Gn 4:8). A história continua, e satanás continua influenciando homens, reis e diversos líderes. Há setenta anos vimos satanás influenciando a vida de Hitler. Este homem leva uma nação inteira a crer que seriam capazes de dominar o mundo, pois supostamente eles seriam os únicos de “raça pura”, a ariana. O resultado nós vemos nos livros de história: milhões de inocentes mortos e uma guerra mundial desencadeada. Nos dias de hoje, vemos ditadores, terroristas, corrupção, crime organizado, e uma série de outras evidências, que nos deixam claro que somente uma mente inteligente e perversa como a de satanás é que poderia estar no controle e influenciando todas essas coisas. É para isso que satanás trabalha, para roubar, matar e destruir (João 10:10). Esse é o evangelho de satanás.

O projeto da palavra de Deus é que não nos desviemos nem para a esquerda nem para a direita (Deuteronômio 5:32), mas enquanto não tivermos consciência de quem é o nosso inimigo, de com quem estamos lidando, vamos falhar. O evangelho de satanás tem toda uma estrutura, com pregadores, evangelistas e muitos recursos. Temos a verdade em nós que é Jesus, e muitas vezes detemos essa verdade. Encontramos pessoas que conhecem meias verdades, e não levamos as boas novas a elas. O diabo foi levar as novas para Jesus, porém Jesus conhecia a palavra, e não a deteve para si.

É fácil identificar o evangelho do diabo, pois ele é totalmente o contrário do evangelho de Jesus:

-Jesus nos diz: ame seu próximo. O diabo diz: odeie todos!
-Jesus nos diz: perdoe a quem te ofendeu. O diabo diz: dê o troco, se vingue!
-Jesus nos diz: sirva ao seu próximo. O diabo diz: Seja servido, você merece, exija isso!
-Jesus nos diz: se humilhe. O diabo diz: jamais abaixe sua cabeça, não leve desaforo para casa!

Percebe a diferença? O centro do evangelho de satanás é gerar dúvidas no coração do homem. Uma pessoa insegura não sabe definir o certo do errado. Em Lucas 4:3 o diabo tenta colocar dúvida em Jesus, tentando acabar com sua paternidade dizendo: “Se Tu és o filho de Deus…?” Jesus sabia muito bem que Ele era, e quem era o seu Pai, por isso não deu brecha para satanás, e o respondeu em seguida, fazendo satanás ter de mudar seus planos. Vemos aqui Três princípios que precisamos dominar para obtermos vitória:

A-    Preciso saber quem eu sou;

B-     Preciso saber quem Deus é;

C-     Preciso saber quem o diabo é.

Outro fator a avaliarmos, é que por mais que eu use a palavra de Deus, mas com a intenção errada estarei vivendo o evangelho do inferno. E foi exatamente oque aconteceu com Judas. Andou três anos e meio com Jesus, conheceu toda a verdade, e fez oque fez. Judas reclamou até mesmo do desperdício de perfume que uma mulher lançou sobre Jesus (João 12:5), alegando que poderia ser vendido e dar aos pobres. Pura mentira, Judas reclamou na verdade porque ele era o tesoureiro de Jesus, e roubava todas as ofertas. Estima-se que o valor total daquela oferta é compatível a trinta mil reais. Judas ficou no prejuízo, por isso reclamou. Outro com intenção errada foi Simão. Vemos em Atos 8:17-24, o agir legítimo do Espírito sendo manifesto. Simão ficou admirado com oque viu, e procurou saber quanto ele poderia pagar para receber também da parte do espírito, para poder comercializar o batismo no Espírito Santo.

Em II Corintios 10:3-5, Paulo fala que devemos levar cativos à Jesus todos os pensamentos ruins que satanás lança sobre nossa mente. O interressante é que satanás usa a palavra de Deus, porém a usa com intenção errada, como uma armadilha. Ele faz essa armadilha com muita facilidade com aqueles que não são igreja, e até mesmo com aqueles que são igreja.

No evangelho de satanás, o poder que ele distribui é uma armadilha, uma arapuca. Veja:

1-      Satanás tenta fazer com que Jesus usasse o seu poder:

“Se tu és o Filho de Deus, dize a esta pedra que se transforme em pão.”

2-      Satanás tenta fazer com que Jesus usasse o poder do céu:

 “Se tu és o Filho de Deus, lança-te daqui abaixo; Porque está escrito: Mandará aos seus anjos, acerca de ti, que te guardem, E que te sustenham nas mãos, para que nunca tropeces com o teu pé em alguma pedra”.

       3- Satanás oferece o seu próprio poder:

“Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória; porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero. Portanto, se tu me adorares tudo será teu”.

O poder de Deus que está em nós não é nosso. Somos somente um canal de bênçãos para outras vidas. Muitas pessoas querem usar o poder de Deus para benefício próprio, para subir na vida. Sansão é um exemplo típico disso. Deus o separou e o capacitou, mas ainda assim usou o seu poder para fazer “gracinha”. Outro que quis usar o poder de Deus para proveito próprio foi Geazi, que era discípulo de Eliseu (veja história em II Reis 5). Jesus nunca usou o poder de Deus para benefício próprio, mas sempre para ajudar alguém. Para benefício próprio, somente o evangelho de satanás usa.

No evangelho do diabo, sempre há um desejo de subir mais, de ir mais longe onde não se deve estar, um desejo de ganância. Foi oque satanás quis, quando desejou ser maior do que o próprio Deus, o seu criador. Mais dinheiro, mais pecados, mais reconhecimento, sempre mais e mais. Em seu evangelho, oque vale é a gratificação, o que vale é aquilo que pode ser usado para benefício. Não me traz benefício? Então não me serve! Esse é o pensamento desse evangelho imundo do inferno. O diabo sabe que temos muito valor, por isso quer destruir nossos valores, como o casamento e a família, que são pilares em nossa sociedade. 

Igreja do Senhor, com base nesses fundamentos, qual evangelho temos vivido: o evangelho puro de Jesus, ou o evangelho sujo do inferno? Reflita sobre esse assunto e valores, afim de não cair na sutileza de satanás, como tantos homens de Deus caíram e acabaram no esquecimento. Viva as boas novas do reino dos céus, as boas novas de Jesus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>