Passando por Processos

Pr. Murilo Mulieri

Texto base: I Samuel 17:12-30

A maioria de nós quando lemos a respeito de Davi, já logo lembramos que ele foi um rei, que matou o gigante, que foi um grande vencedor. Mas observando a história, vemos que Davi não começou matando gigantes. Ele começou passando cada etapa de sua vida, sendo aprovado em cada processo.

Davi antes de se tornar guerreiro e rei, desempenhava uma função simples, que não era cobiçada por ninguém, não tinha nenhum prestígio, era pouco relevante. Mas enquanto fazia essa função de apascentar algumas ovelhas, Davi permanecia fiel no pouco e em cada processo de sua vida.

Alguns de nós não rompemos porque não passamos pelos processos sendo fiéis até o fim. Desistimos no meio do caminho. Achamos que é pouco, que nosso trabalho e empenho na obra do Senhor não significam nada, ou até mesmo desejamos pular etapas e por isso não passamos para as próximas fases do processo.

Não iremos avançar para as coisas grandes enquanto estivermos sendo infiéis nas pequenas coisas!

Antes mesmo de ir à luta para enfrentar o gigante, Davi precisou passar por algumas etapas, alguns processos que a maioria de nós também já passou, está passando ou ainda pode passar em algum momento da vida:

  1. Ser curado de alma: Davi foi esquecido pelo seu próprio pai quando Samuel procurava o rei que deveria ser ungido, mas isso não foi motivo para ele tornar uma pessoa melindrosa, com medo de ir a adiante, com necessidade de ser elogiado ou reconhecido. Ele era curado de alma. Assim também nós precisamos passar por cima das feridas de nossas almas, permitir que o Senhor nos cure e não deixar que isso seja empecilho para nosso crescimento.
  2. Vencer as críticas: Os irmãos de Davi caçoaram dele, duvidaram e o criticaram quando ele estava sendo corajoso e cheio de fé para vencer o inimigo de seu povo. Diversas vezes pessoas próximas a nós, pessoas que até amamos nos criticam, desanimam em relação a sonhos e planos que Deus coloca em nossos corações. Precisamos ser sábios e assim como Davi não aceitar que as críticas nos paralisem.
  3. Vencer a incredulidade: Já tendo passado pelas feridas da alma, pelas críticas, Davi ainda teve que lidar com a incredulidade do rei em relação ao que ele estava disposto a fazer. O rei até quis colocar uma armadura em Davi, pois não cria que Deus o iria honrar naquela luta. Também essa é uma situação que pode acontecer conosco. Líderes, pais, patrões, pessoas que são referencia para nós podem duvidar do nosso potencial em Deus. Mas nossos ouvidos devem estar atentos para Deus que certamente acredita em nós! Ele não desiste nunca de seus filhos. Ele acredita nos seus amados!

A bíblia relata em I Samuel 22:1-2, Davi passando por uma dificuldade, tendo que se esconder em uma caverna por causa da perseguição que estava sofrendo.

Isso nos fala de momentos de dificuldades que podemos passar e que muitas vezes não temos forças e acabamos nos escondendo. Mas Davi era um homem acostumado a passar pelos processos de sua vida e mesmo estando num momento de dificuldade ele se permitiu ser usado por Deus e ajudar a outras pessoas a passar por processos e romperem em Deus.

Na caverna, Davi lidou com três grupos de pessoas. Pessoas com muitos problemas, pessoas que a sociedade já havia excluído que estavam mesmo sem esperança.

Esse grupo de pessoas não estava ali por acaso. Deus mesmo se encarregou de levá-los até lá, porque Ele sabia que eles precisavam passar por processos e Davi seria o homem que iria ensinar aqueles homens como romper e passar pelos processos.

 Os grupos recebidos por Davi foram:

  • Os rejeitados: Davi sabia o que era ser rejeitado, ele já havia passado por isso em sua família, no reino onde vivia e não podia deixar de acolher aquele grupo de pessoas.

Se os homens nos rejeitam, se a sociedade nos exclui, temos uma ótima notícia. No Reino de Deus há lugar para os rejeitados! Deus ama ovelhas, não importa a cor, a dificuldadeou a limitação.

  • Os que viviam em aperto: Esses eram homens cheios de culpa e de peso. Pessoas que sentiam perseguidas, condenadas. Mesmo dentro da igreja, muitas pessoas se sentem menores em relação às outras, carregam culpa, falta de perdão, vivem debaixo de acusação do diabo, vivem com o coração apertado. Mas a palavra de Deus nos ensina que não existe acusação para aquele que está em Cristo! Ele levou toda nossa culpa e nos fez justos!
  • Os angustiados de espírito: Pessoas assim são aquelas que têm tudo para serem felizes, mas não são! Tem sempre uma visão piorada das coisas, são cheias de dúvidas, não entendem a fase que estão passando.

Por vezes ficamos presos a coisas que nós achamos que tem valor, seguramos situações, coisas, pessoas… Mas o Senhor deseja “colocar fogo” nessas coisas, nos libertar e nos levar a viver níveis mais profundos.

Em II Samuel 23:8-12 vemos o exército dos valentes de Davi depois de passar pelos processos. Nem pareciam mais os mesmos homens problemáticos, excluídos, rejeitados, vivendo em aperto, angustiados de espírito. Os desenganados se tornaram valentes! Todos tiveram suas histórias transformadas, mas um deles se destacou. Samá.

Samá nos mostra que nossos valores devem ser inegociáveis. Aquilo que tinha valor para ele poderia até não ter valor para mais ninguém, mas ele acreditava e isso o movia a lutar.

“Um valente sempre tem um motivo para lutar! Qual tem sido nosso motivo de lutar? Só investimos nosso esforço, nossa luta naquilo que é de fato valioso para nós. Qual tem sido nosso campo de lentilha?”

Muitos se desviam do propósito eterno de Deus porque não dão valor para aquilo que Deus coloca em suas mãos. Quanto vale sua família, seu casamento, seus irmãos em Cristo, seus filhos espirituais, a vida de Deus que há em você?

Pessoas dão suas vidas pelo trabalho, pelo time de futebol, por horas na internet, por coisas que só tem valor nesse mundo.

Samá foi um exemplo para nós! Não importava se todos diziam que aquilo não tinha valor, que era uma loucura, um fanatismo, um exagero. Ele sabia o que tinha valor para ele e para Deus. Ele se posicionou!

Essa deve ser nossa atitude com nossos valores Cristãos, com nossa postura radical contra o pecado, contra a cultura individualista desse mundo. Aqui não! Eu não abro mão! É preciso ter convicção. Deus nos escolheu para avançar!

Orações por vezes não são atendidas porque nem mesmo aquele que ora acredita no poder da sua oração. Quem não tem convicção desiste!

Deus quer usar nossas vidas! Ele nos escolheu mesmo com nossos problemas, nossas limitações, defeitos e feridas. Não importa quem somos, importa como a Glória Dele vai se manifestar por meio de nós.

Deus já fez algo para você, por você e em você. É chegado o tempo de Ele fazer algo através de você!

As promessas de Deus estão prontas, basta que nós nos manifestemos. Precisamos ter convicção que o Senhor quer nos usar. Ser valente, corajosos para passarmos pelos processos, descer a caverna se necessário for, permitirmos sermos tratados e romper em nome de Jesus!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>