O Costume dos Reis

Pr. Vagner Oliveira

Texto Base: ll Samuel 11:1-2

Davi antes de ser rei, lá em sua juventude, foi alguém que sempre protegeu as suas ovelhas, matou ursos e leões por elas. Davi também formou um poderoso exército apenas com pessoas que eram desprezados pela sociedade. Matou o gigante que afrontava o seu povo com apenas uma funda. Davi sempre foi alguém dedicado e apreciado por todos. Porém Davi cometeu um grande erro, ao se acostumar com as vitórias que Deus lhe deu. Se acostumou com a presença de Deus em sua vida, e resolveu ficar em sua casa em tempos de guerra, resolveu descansar enquanto era pra ele estar na linha de frente incentivando todo o seu exército.

No livro de ll Samuel 11:1-2, vemos esse ato de Davi mais de perto. A bíblia diz que aquele era o tempo em que todos os reis tinham o costume de sair para a guerra junto com o seu exército, porém Davi já tinha se acostumado com todas as vitórias que já tinha presenciado, então enviou Joabe em seu lugar, e ficou descansando em seu palácio, ficou ali sem ter o que fazer. Enquanto Joabe lutava na guerra Davi passeava pelo seu palácio. E foi em um desses passeios que Davi viu Bate-Seba, esposa de Urias, e acabou por engravida-la, e houve grandes consequências desse pecado.

Era de costume do rei estar na frente do exército nessa época do ano. Todo bom líder precisa dar o exemplo aos seus liderados, mas Davi ali se acostumou e preferiu descansar. Em tempos de guerra é preciso estar batalhando, não se tira férias em tempo de luta, Davi escolheu o tempo errado para tirar férias e não se atentou para o perigo que estava por vir. Davi foi desatento, não podemos correr o mesmo risco, mas devemos nos lembrar que o pecado jaz à porta. (Genesis 4:7)

Com esse erro de Davi, podemos observar alguns princípios para não cometermos o mesmo erro que ele.

1) Devemos estar compromissados com a vida da Igreja: Era pra Davi estar a frente daquela batalha, mas passou a sua responsabilidade para Joabe. Davi enviou um substituto em seu lugar, e não podemos cair nesse mesmo erro, aquilo que Deus me pediu para fazer, não devo de forma alguma passar para outra pessoa. Quando coloco outro em meu lugar, posso acabar perdendo a minha posição em que fui colocado pelo Senhor, e perdendo a minha vez.

Em Davi, faltou compromisso com o seu reinado, era para ele estar à frente da guerra mas estava passeando pelo seu palácio. Qual o nível de padrão eu tenho sido para meus líderes e discipulado? Davi saiu totalmente dos padrões, e enquanto passeava ele atraiu o pecado em sua vida, e isso trouxe maldição não só para si, mas para todo o seu povo e também para sua família. Precisamos de homens e mulheres de posicionamento, compromissados com a vida da Igreja, que em tempos de guerra estão à frente da linha de batalha ao invés de ficar passeando.

Enquanto muitos morriam na guerra, Davi passeava no palácio, o rei negligenciou o seu chamado, e o seu erro foi sair do propósito se acostumando com as suas vitórias. Precisamos entender que quanto mais eu cresço mais trabalho eu vou ter, quanto mais eu cresço mais disposição eu preciso ter, quanto mais eu cresço mais referências eu preciso dar.

A palavra “arrarai” de raiz hebraica significa “siga-me”, e era justamente o que Davi precisa dizer para seu exército: siga-me, eu já estou posicionado, eu sou o primeiro, vamos em direção a vitória, eu conheço o caminho! Essa era a ênfase que Davi deveria ter dado a situação, motivando o seu exército e os lembrando que o Senhor era com eles. Mas esse dia Davi resolveu descansar e ficou em seu palácio. Nesse dia ao invés de Davi dizer arrarai, siga-me, ele disse “cadima” que significa “vão vocês”. Vão vocês, vou ficar descansando em meu palácio. Davi ficou descansando e o diabo se aproveitou dessa situação, aproveitou da vulnerabilidade de Davi ao estar fora de onde deveria estar. Davi se acostumou com uma vida sem propósito.

2) Não devemos passar adiante a nossa função: Davi preferiu enviar outro em seu lugar, e passou a sua vez. Deus coloca certas coisas em minha mão para eu executar, quando passo a vez estou perdendo a oportunidade da minha vida, e quando recuo outros também pagam o preço do meu erro. Mas Deus sempre te dará a chance de reparar os seus erros, Ele nunca deixou de sonhar com você, Ele te dá a segunda chance. Para tanto, é preciso eu me posicionar e me comprometer com o Espírito Santo.

O quanto tenho comprometido a vida de Joabe? Não passe a sua vez, não é para o outro fazer, o negócio é com você, não envie a Joabe mas vá você mesmo, arrarai! O que tem me prendido e me impedido? São essas coisas que devo colocar no altar diante de Deus. O palácio e o conforto impediam a Davi de ir para a guerra. Deus te chama para fazer a sua parte, não negligencie o seu chamado. Somente assim vamos ativar o corpo e estabelecer o reino.

É possível um pai dar o exemplo bom para seu filho fazendo a coisa errada? É obvio que não, se quero dar o exemplo para meus filhos espirituais, é preciso ir para a guerra, é preciso assumir as responsabilidades, ir à guerra e dizer arrarai, siga-me! Qual tem sido o nível de comprometimento que tenho tido com o Reino? Minha vida está voltada para o palácio que simboliza o descanso ou está voltada para a guerra que simboliza o meu chamado? No texto de João 21:15 Jesus disse a Pedro: “apascenta os meus cordeirinhos”. Em tempos de guerra não fique descansando e passeando pelo palácio, mas assuma a postura de ir à frente dos “cordeirinhos”, grite arrarai, siga-me eu sei o caminho, e dê direção para todo o exército.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>