Aprendendo em Meio a Crise

Pr. José da Silva

Textos base: Deuteronômio 8:11-16 e Romanos 8:18, 28

No texto de Deuteronômio, vemos que Moisés avisou o povo e os atentou para que não se esquecessem do Senhor quando começassem a prosperar, saindo do deserto e vivendo dias melhores. E os mostrou o quanto foram humilhados e provados para serem abençoados e viverem a promessa de Deus em seguida.

Em paralelo com o velho testamento, lemos nos versos de Romanos que Paulo também traz a notícia de que tempos melhores virão, e que todas as coisas contribuem para o bem daqueles que amam a Deus, até mesmo as circunstâncias mais adversas e ruins.

O fato é que muitas vezes em meio a crises não conseguimos enxergar a mão de Deus agindo em nosso favor. E durante o tempo em que estivermos em meio aos problemas dificilmente conseguiremos ver esse agir mesmo.

Por isso a importância de entendermos e crermos nessa palavra de que ainda que haja provas, problemas, crises, o nosso Deus está movendo nos bastidores e em breve poderemos ver algo de bom que poderá ser retirado daquele momento ruim.

Muitas vezes questionamos quanto ao porque de passarmos por situações difíceis que nos fazem sofrer. Ou ainda, pensamos que tudo está indo muito bem, mas de uma hora para outra algo sai do nosso controle, dando errado. Então murmuramos, lamentamos e até desistimos.

O andar com Deus no modelo que Jesus ensinou não diz que estaríamos sempre alegres, tão pouco que seria fácil ser um homem ou uma mulher de Deus.

Ao contrário disso, Jesus e Paulo ensinaram que andar com Deus custaria nosso esforço, nosso trabalho, nossa vida. Mas que valeria a pena. Haverá uma glória no futuro! Essa é a nossa esperança na eternidade!

Quando temos revelação que nossa dificuldade é passageira e mesmo em meio à dor vencemos a tentação da lamentação, e ao invés de reclamar glorificamos o nome de Jesus mesmo na pior das circunstâncias, confundimos o diabo e vivemos como um vencedor. Essa é a vontade de Deus para nós.

Algo precisa estar marcado em nossos corações: Deus usa os momentos ruins que passamos para trabalhar em nós.

Se analisarmos os problemas que atravessamos no tempo em que andamos com o Senhor, veremos o quanto crescemos, nos aprofundamos em Deus, tivemos aumento da nossa fé, melhoramos nosso relacionamento com o Senhor e até tivemos mais oportunidades de sermos usados.

Na nossa visão humana e natural e na avaliação de outras pessoas, podemos achar que estamos sofrendo prejuízos, mas o que é realmente perder para Deus?

Qual será o valor que Deus dá para nossa fidelidade nos tempos de crise?

Temos que aprender a mudar nossa oração.

Ao invés de pedirmos para que Deus tire nossos problemas, podemos pedir para que Deus aumente nossa resistência a eles. Para que Ele nos ajude a suportar, continuarmos fiéis adorando, glorificando, e então superar e crescer com as dificuldades.

Moisés disse ao povo que no tempo em que ficaram no deserto, eles foram humilhados por Deus. Isso nos fala a respeito de aprender a ter humildade.

Deixar que Deus use a dificuldade de nossa vida para nos tornar pessoas mais mansas, humildes, quebrantadas.

Mesmo depois que conhecemos a Deus e aceitamos Jesus como nosso Senhor, temos uma natureza inclinada a desejar voltar para a velha vida.

Por isso também podemos ver a aflição como um tempo de fortalecimento em Deus, pois na aflição nós vemos quem nós somos e quem Deus é.

Em tempos de aflição buscamos mais a Deus. Por causa da necessidade aumentamos nossa comunhão e intensidade no Senhor.

Outro ponto que precisamos lembrar é que para buscar o socorro de Deus nos momentos ruins e crer que todas as coisas cooperam para o nosso bem, é preciso ter a convicção de que somos chamados segundo o Seu propósito, que somos filhos de Deus e por adoção temos o direito de assumir sobre nós a identidade de Cristo.

Esse é um fundamento essencial da nossa fé. Se não tivermos essa certeza, qualquer problema nos derrubará nos afastará do Senhor e dos irmãos.

O diabo pode tentar nos minimizar, lançando pensamentos de que não somos dignos, mas nós somos exatamente aquilo que Deus já disse que somos! Filhos e herdeiros!

Que possamos experimentar das mais intensas experiências com Deus mesmo em tempos maus. Recebendo todo o consolo do Espírito Santo no conforto do colo de Jesus.

É Ele quem nos sustenta e usa dos desertos de nossas vidas para nos aproximar ainda mais dEle.

2 ideias sobre “Aprendendo em Meio a Crise

  1. Matheus Serafim dos Santos

    É com muita gratidão a Deus que venho por meio deste, comentar esta que foi uma das palavras mais edificantes que tive o privilégio de ouvir e agregar a minha vida espiritual. Pr. José da Silva, por sua vez, vem sendo muito usado por Deus neste ministério, o qual ao lado de nosso Pr. Presidente Almir de Freitas vem nos ensinando cada vez mais, a como andar nos caminhos do Senhor. Sou muito grato a Deus por estar me dando o privilégio de compartilhar desses momentos com a Comunidade Casarão, uma igreja que verdadeiramente é uma família. Espero que muitas outras pessoas possam ser alcançadas por meio desta e outras palavras. Desejo ao Pr. José da Silva e todos os outros Prs. que aqui não mencionarei por não esquecer de ninguém. Que Deus com sua abundante Graça venha vos encher, agraciando-os com os frutos do Espírito.

    Fiquem todos na Paz que discerne todo entendimento.

    “Deem graças ao Senhor, clamem pelo seu nome, divulguem entre as nações o que ele tem feito.
    1 Crônicas 16:8

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>