A Maldição dos que roubam a Deus

Pr. Almir de Freitas

Texto Base: Malaquias 3:7-10

A Bíblia promete muitas bênçãos em nossas vidas e para que venhamos a receber cada uma dessas bênçãos precisamos cumprir as condições que Deus nos ordenou, mas assim como as promessas, a Bíblia também descreve maldições que alcançarão as pessoas que não cumprirem as condições estabelecidas por Deus. Uma das mais conhecidas maldições é a descrita em Malaquias, que vem sobre aquele que rouba a Deus deixando de devolver o dízimo. Tal maldição envolve a liberação do devorador para agir na vida da pessoa e a sonegação do dízimo é sem dúvida uma das principais razões de as pessoas viverem sob uma maldição do fracasso financeiro e espiritual.

Na palavra de Deus há pelo menos sete aspectos dessa maldição:

1)      Quem não entrega o dízimo é amaldiçoado como um ladrão:

Em Zacarias 5:3-4, há uma maldição sob todo aquele que furtar roubar e até jurar falsamente, baseado nessa palavra todos os ladrões já são amaldiçoados, a palavra diz que a maldição o alcançará e repousará sobre sua casa. Em Malaquias a bíblia diz que quem não devolve o dízimo está roubando ao Senhor, portanto recebe todas as maldições que um ladrão e não importa quanto tempo passe, a maldição o alcançará.

A palavra associa ladrões a quem jura falsamente, ou seja, os mentirosos também recebem a mesma maldição de um ladrão, a mentira nada é mais do que um roubo sofisticado.

Podemos classificar pelo menos três tipos de roubo:

a)      Roubo simples: é aquele tipo de roubo também conhecido como furto, alguém que pega algo que não é seu, ou então pede aquele CD, Livro, Dinheiro, etc… e não devolve mais, ou aquele que compra e não paga.

b)      Roubo sofisticado: é aquele tipo de roubo que nem percebemos que é um roubo, é aquele que envolve mentira, por exemplo, o atestado médico sem necessidade ou até mesmo atestado falso, usar os recursos da empresa para benefício próprio sem permissão.

c)       Roubo espiritual: é o tipo de roubo para quem rouba a Deus, em Malaquias 3:8-9 está escrito como é caracterizado o ladrão que rouba a Deus: “Roubará o homem a Deus? Todavia, vós me roubais e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas. Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, vós, a nação toda. Malaquias 3:8-9.

Se as pessoas que roubam homens já estão de baixo de maldição, o que dizer de quem rouba a Deus? Certamente Deus sabe que tipo de pessoa você é e também sabe se você tem sido grato devolvendo o Dízimo ou se toma posse daquilo que não te pertence.

Deus sabe inclusive as suas intenções, sabe se você devolve o dízimo e sabe como está seu coração nesse momento, sabe também se há a intenção de procurar na graça algo que isente a devolução do dízimo, mas Jesus veio para estabelecer a graça e Ele mesmo elogiou o dízimo.

2)      Quem não devolve o dízimo é amaldiçoado como ladrões que roubam a Deus:

Todo ladrão quando é pego roubando tem a tendência a justificar tal ato falho, mas o fato é que independentemente da justificativa a atitude de roubar é errada. Assim também muitos crentes deixam de devolver o dízimo e usam justificativas na tentativa de minimizar o erro, alguns dizem que não possui fé suficiente para devolver o dízimo, mas por outro lado possuem fé para ser curado, para ser salvo e inclusive para receber uma promoção ou um aumento no salário. Se você é capaz de confiar a sua alma a Deus, certamente você também é capaz de ter fé suficiente para confiar as suas finanças e devolver dez por cento de sua renda.

3)      Quem Não devolve o dízimo é amaldiçoado como os que violam a Lei:

Deixar de devolver o dízimo é infringir a Lei de Deus, portanto quem infringe as leis está debaixo das maldições relativas a quem infringe a Lei.

“Maldito aquele que não confirmar as palavras desta lei, não as cumprindo. E todo o povo dirá: Amém!” Dt. 27:26.

Não confirmar as palavras da Lei, significa discordar de Deus e dizer que sua lei não é boa, não confirmar as palavras da Lei é querer criar uma nova teologia para justificar as vontades pessoais, as vontades de um coração enganoso. Quem afronta com a Palavra de Deus, certamente não confirma as palavras da Lei e vive uma vida de maldição. O dízimo foi estipulado para a manutenção da Casa de Deus no velho testamento, hoje somos a real Casa de Deus, mas nos reunimos em prédios e o dízimo ainda continua sendo utilizado para a manutenção dos locais que abrigam a Casa de Deus.

4)      Quem não devolve o dízimo é amaldiçoado porque paga o bem com o mal:

“Quanto àquele que paga o bem com o mal, não se apartará o mal da sua casa.” Provérbios 17:13. Há pessoas que não reconhecem o favor de Deus em suas vidas, não reconhecem Àquele que deu o sopro de vida, forças para trabalhar, um emprego e saúde, tais pessoas atribuem a si mesmo o sucesso e os resultados obtidos. Reconheça que o sua força e tudo que você possui vem do Senhor. “A minha força e o poder do meu braço me adquiriram estas riquezas. Antes, te lembrarás do SENHOR, teu Deus, porque é ele o que te dá força para adquirires riquezas; para confirmar a sua aliança, que , sob juramento, prometeu a teus pais, como hoje se vê.” Dt. 8:17-18

Há uma maldição sobre o homem ingrato e no Salmo 109, podemos ver uma lista de maldiçoes sobre tais pessoas:

  • O ímpio estará sobre ele (v. 6)
  • Satanás estará à sua direita (v. 6)
  • Não haverá quem o defenda (v. 7)
  • Sua oração será tida como pecado (v. 7)
  • Terá uma vida curta (v. 8)
  • Seus filhos ficarão órfãos e sua esposa ficará viúva (v. 9)
  • Seus filhos serão vagabundos e pobres (v. 10)
  • Viverá debaixo de dívidas e juros escorchantes (v. 11)
  • Não deixará posteridade (v. 13)
  • O seu nome se extinguirá (v. 13)
  • A maldição virá sobre ele (v. 17)

5)      Quem não devolve o dízimo, tem um céu de bronze sobre si:

Da mesma maneira que as pessoas que devolvem o dízimo tem sobre si a promessa de que as janelas dos céus se abrirão (Ml. 3:10), para os que não devolvem o dízimo está escrito que os céus sobre si serão de bronze e a terra será de ferro (Dt. 28:23) Não feche as janelas do céu sobre a sua vida, decida hoje viver uma vida abençoada e com sua atitude repreenda todas as maldições.

6)      Quem não devolve o dízimo é amaldiçoado como os que se esquecem de Deus:

“Nos lugares altos, se ouviu uma voz, pranto e súplicas dos filhos de Israel; porquanto perverteram o seu caminho e se esqueceram do SENHOR, seu Deus.” Jr. 3:21. O povo de Israel sofreu muitas tribulações porque se esqueceram do Senhor. O ato de não entregar o dízimo é também uma forma de esquecer-se de Deus e de seu favor.

7)      Quem não devolve o dízimo é amaldiçoado como os adoradores de ídolos:

“Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas.” Mt. 6:24

Não podemos servir a dois senhores: Deus e o dinheiro, na bíblia o dinheiro é representado por Mamom, e o dinheiro é um deus concorrente com o Senhor, muitos ainda servem a Mamom, se encontram com o seu coração escravizados pelo dinheiro.

Mamom nos promete aquilo que somente Deus pode nos dar: segurança, significado, identidade, independência, poder e liberdade. Quando deixamos de entregar o dízimo, estamos declarando que Mamom é o nosso deus.

Mamom não pode dominar a sua vida, Deus é quem deve determinar os seus caminhos e suas atitudes, se você condiciona alguma das situações abaixo à sua situação financeira Mamom tem dominado a sua vida:

  • É Mamom  quem decide quando devo me casar.
  • É Mamom  quem decide se devo ou não ir a uma conferência abençoada.
  • É Mamom  quem decide se posso ou não ofertar.
  • É Mamom  quem decide qual profissão devo seguir.
  • É Mamom  quem decide como devo tratar cada pessoa.
  • É Mamom  quem decide como devemos fazer a obra de Deus.
  • É Mamom  quem decide quantos filhos eu devo ter.

Não deveríamos trabalhar por dinheiro, deveríamos trabalhar com o que gostamos baseado nos dons que Deus nos deu para fazermos a obra DELE, pois o dinheiro não foi feito para ser o nosso senhor, pelo contrário ele foi feito para nos Servir.

Portanto tome hoje a decisão de devolver a parte que pertence a Deus, não seja alguém que rouba a Deus. Decida ser abençoado ao invés de atrair maldições para sua vida, seja alguém convertido inclusive na área financeira e as Janelas do céu estarão totalmente abertas para você.

Uma ideia sobre “A Maldição dos que roubam a Deus

  1. maristela

    Bom dia. essa palavra é toda pra mim.
    vou dizima. entregar o que não é meu.
    pois não vou deixa o diabo rouba minha Paz.
    estou decidida! vou entregar tudo que não é meu em nome de Jesus. tenho que me desapegar a essas coisas mundana e eu creio! vou conseguir: amem senhor Meu Deus> mais uma vez pastor Almir o senhor bateu em minha carra e eu acordei! que Bom que o senho existe para abrir os olhos da quele que estão ainda mendingando na Fé; gloria a Deus demorou mas acordei, antes tarde do que nunca; diz o velho ditado tem que levar um belo de um xaqualhão. mais uma vez obrigado. fique com Deus.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>