A importância de transmitir o amor de Deus

Preletor: Pastor José da Silva

Texto base: II Coríntios 1:3-11

Uma coisa que podemos ver claramente nos dias atuais é que as pessoas estão mais independentes, egoístas, preocupados com seus próprios interesses e esqueceram-se do quão importante é voltar o olhar para o próximo. Não queremos nos envolver com ninguém, e é raro termos compaixão. No entanto, nós somos a igreja de Cristo, e temos o dever de sermos diferentes, pois fomos chamados para amar.

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação;
Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus.
Porque, como as aflições de Cristo são abundantes em nós, assim também é abundante a nossa consolação por meio de Cristo.
Mas, se somos atribulados, é para vossa consolação e salvação; ou, se somos consolados, para vossa consolação é, a qual se opera suportando com paciência as mesmas aflições que nós também padecemos;
E a nossa esperança acerca de vós é firme, sabendo que, como sois participantes das aflições, assim o sereis também da consolação.
Porque não queremos, irmãos, que ignoreis a tribulação que nos sobreveio na Ásia, pois que fomos sobremaneira agravados mais do que podíamos suportar, de modo tal que até da vida desesperamos.
Mas já em nós mesmos tínhamos a sentença de morte, para que não confiássemos em nós, mas em Deus, que ressuscita os mortos;
O qual nos livrou de tão grande morte, e livra; em quem esperamos que também nos livrará ainda,
Ajudando-nos também vós com orações por nós, para que pela mercê, que por muitas pessoas nos foi feita, por muitas também sejam dadas graças a nosso respeito.”
2 Coríntios 1:3-11

Em alguns momentos difíceis de nossa vida pensamos que Deus vai mandar um anjo para falar conosco, para trazer uma resposta, ou até mesmo para nos dar um abraço, mas não é exatamente assim. Deus manda sim um anjo para socorrer o aflito, e esse anjo é VOCÊ!

Deus nos criou para que fossemos pessoas que transmitissem o amor dEle para os que estão próximos! Você é o anjo que Deus está preparando, ensinando, e enviando para socorrer as pessoas angustiadas, aflitas e sem rumo.

Vemos muitas vezes no texto acima a palavra consolação. Mas, o que ela quer dizer?

Consolar é dar uma palavra amiga, um abraço, animar, para que ela recupere o ânimo.

Conforto é o sentimento, ou sensação de bem estar. Esse conforto pode ser material, físico, emocional ou espiritual. Paulo estava se referindo a fazer com que o meu próximo se sinta bem, à vontade, confortável, motivado e encorajado.

Paulo disse que viveu parte de sua jornada como missionário passando por situações que iam além de suas forças, conheceu o limite delas, achando até que morreria. Porém, ele nos passa uma ideia de como fazia para conviver com essas tribulações, e ser confortado. Ele dizia que o conforto que ele encontrava vinha diretamente de Deus.

Paulo sempre usava dos sofrimentos e angústias para tirar lições práticas de como tornar o evangelho eficiente. Tirar lições quando está tudo bem é sempre muito bom, mas testemunhar o evangelho com “tempestade no ar” não é tão simples. São nos momentos de tribulação que o evangelho causa um impacto maior. São nas horas mais difíceis, de tribulação que devemos nos voltar, pois é Deus que nos consola.

Ainda no texto acima, podemos observar que Paulo vê Deus por aquilo que Ele é não por aquilo que Ele dá.

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo…”.

O nosso engano muitas vezes é enxergar a Deus por aquilo que Ele pode dar, e assim O buscamos somente com o intuito de pedir. Paulo começa vendo a grandeza de Deus e reconhecendo que Deus é Pai.

Deus é Pai de todas as misericórdias e de toda a consolação.

“… o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação…”.

Essa paternidade diz que Ele é a fonte, a origem de tudo o que diz respeito a você.

 Foi Ele quem deu origem a todas as misericórdias, e Ele é a fonte de toda compaixão que você precisa. Deus tem prazer em derramar misericórdia e compaixão sobre os seus filhos.

Deus é a fonte de consolo.

Como posso ser consolado por Deus? A bíblia diz que todo aquele que é nascido de Deus, tem o espírito de Deus, e se o consolador vive em mim, posso ser consolado.

Em momentos de aflição em que sequer conseguimos orar, o Espirito Santo nos ajuda em nossas fraquezas, porque não sabemos orar como convém e é Ele quem intercede por nós junto ao Pai.

Bendito seja Deus por aquilo que Ele faz.

O que Deus faz conosco quando estamos atribulados, é se apresentar. É como se Deus viesse pessoalmente para nos consolar.

Eu fui consolado por Deus a fim de consolar outros.

Precisamos aprender a consolar os outros irmãos, a estar do lado uns dos outros. Paulo nos diz nesse texto que quanto mais somos consolados, mais podemos consolar.

Deus nos aguarda no meio das tribulações porque Ele sabe que a nossa força acaba e então precisamos de um milagre.

Paulo tinha consciência de que ele estava constantemente em perigo, e precisamos aprender a nunca abaixar a guarda, pois em qualquer lugar sempre estaremos rodeados de perigo, seja entrando, passando ou saindo de uma tribulação. Em qualquer momento da nossa vida, se o Senhor não estiver do nosso lado, seremos destruídos. Mas sempre teremos motivos para dar graças pelos livramentos, ainda que não percebamos.  Ele é glorificado por meio das nossas tribulações. Quer vivamos, quer morramos, é para a glória de Deus.

Que nesse ano que se inicia, possamos fazer a diferença a que fomos chamados.

Fazer a diferença exige compromisso, renúncia, e disposição para aprender consolar um aflito e pessoas desesperadas que estão precisando de um ombro que devolva a elas a alegria de viver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>