Arquivo mensais:setembro 2014

Revendo o seu passado

Pra. Renata
Texto Base: II Reis 5:1-14

Somos o reflexo de marcas que recebemos ao longo da nossa vida e muitas vezes tudo isso deturpa a imagem de Deus em nós, mas o Espírito Santo quer nos curar e nos ensinar a lidar com nossas marcas, pois muitas vezes Ele fica impossibilitado de realizar milagres por existir coisas que nos prendem. Ele conhece tudo em nós.

Em II Reis 5:1-14 conta a história de um homem chamado Naamã, o qual estava doente e por conta disso não poderia mais realizar sua função, talvez estejamos assim também, doentes espirituais e não sabemos que esse é o maior motivo de nada dar certo e de não rompermos em Deus.

Na história de Naamã existem muitas lições às quais podemos aplicar no nosso dia a dia para que possamos viver as delícias de Deus nessa terra, ele recebeu uma instrução e foi até o profeta, isso nos fala de sair do comodismo, irmos até Deus e não mais esperar as coisas caírem do céu, uma menina enviada por Deus mostrou a ele que era necessário posicionamento da parte dele, e quantas vezes o Senhor tem colocado pessoas para falar em nossas vidas, nos ensinar a ter atitude?! Não adianta colocarmos uma pedra em cima dos problemas e fingir que está tudo bem. Precisamos ir até o profeta, ou seja, precisamos ir até Deus. Ele quer nos ajudar a ter uma vida resolvida e isso depende do nosso posicionamento.

Nos versículos 9-12 Deus usa Eliseu para tratar o coração de Naamã. A bíblia narra que Eliseu não o recebeu pessoalmente mas “mandou recado” e por conta disso Naamã ficou furioso. Deus permite circunstâncias contrárias à nossa vontade para tratar conosco, talvez Naamã esperava receber um tratamento diferenciado, criou expectativas de que falaria com o próprio profeta afinal ele era um homem conceituado mas se viu humilhado, Deus viu a necessidade de primeiramente tratar o orgulho de Naamã, para depois tratar sua enfermidade, e isso ocorre nas nossas vidas muitas vezes, talvez esperamos tanto por uma benção, esperamos tanto pelo milagre, criamos tanta expectativa de que Deus com certeza dará aquilo que estamos pedindo quando na verdade o Senhor decide primeiramente tratar o nosso caráter e isso nos enfurece, mas precisamos aprender a ser obedientes, ainda que seja fora da nossa vontade.

Será que temos obedecido a Deus e aos profetas que Ele coloca em nossas vidas?

Não é indo embora que se resolvem as coisas, mas sim, batendo de frente com o que nos prende.

QUEM SE HUMILHA É EXALTADO, QUEM PERDE GANHA! Esse é o reino de Deus.

Naamã mergulhou 7 vezes no rio Jordão. Mas por que 7?

Este número simboliza a perfeição, portanto Deus quer nos ajudar a terminar tudo o que começamos, quer nos ensinar a ser pessoas que não param pela metade, não param no meio do caminho.

Naamã não mergulhou 3 ou 4 vezes, mas OBEDECEU, mergulhou 7 vezes, ainda que contrariado e envergonhado, se despiu de tudo e foi até o fim, não houve falsidade, não pôs pedra em cima, não houveram máscaras, ele simplesmente obedeceu por completo e por isso foi curado.
A obediência traz cura.

O mundo tenta mascarar os nossos problemas e dificuldades, o mundo prega que pra se sentir livre precisa beber ou usar drogas, por exemplo, o mundo tenta mascarar os sintomas da doença, mas precisamos crer que existe um Deus interessado em não apenas tirar a dor, mas cortar pela raiz toda marca e ferida existentes na nossa vida, por isso é preciso MERGULHAR. Que possamos a partir de hoje tomar uma atitude e nos posicionar em Deus para sermos curados.
Em nome de Jesus.

Você também pode entrar

Pr. Vagner de Oliveira

No texto de Atos 3:1-9, a bíblia nos fala sobre um certo homem paralítico que ficava à porta do templo pedindo esmolas. Naquela época, pessoas deficientes eram impedidas de entrarem no templo, então só restava para aquele homem ficar ali mendigando o pão, e ficou ali por muito tempo, como a bíblia narra, ele já devia ser bastante conhecido das pessoas, então podemos concluir que ele já estava ali mendigando por um bom tempo de sua vida. Mas aquele homem teve sua vida transformada ao ser impactado pela vida de Deus que estava sobre Pedro e João.

A bíblia também narra em João 5, sobre o tanque de Betesda. Nesse lugar havia grande número de pessoas doentes, pois de tempos em tempos, Deus enviava um anjo até aquele lugar e agitava as águas, e ao acontecer isso o primeiro que mergulhasse ali era curado. Podemos nos questionar e perguntar o porquê de Deus curar apenas a uma pessoa, e a resposta é que não temos uma resposta! Deus faz a obra dEle da maneira que Ele acha melhor, e quanto a isso devemos apenas aceitar.

Existem momentos especiais que Deus nos dá coisas novas e especiais, e isso é para todos aqueles que estão de coração aberto. Para tal, devemos parar de mendigar o pão e sair da porta. Pedro e João tinham acabado de passar pelo dia de Pentecostes, onde foram cheios da presença do Espírito Santo, por isso tiveram a sensibilidade de ver a situação do homem mendigando, e pararam ali para ajudá-lo. Quantas pessoas com dificuldades temos ao nosso redor no dia-a-dia? A verdade é que só vou notar e profetizar na vida dessas pessoas quando eu estiver cheio do Espírito Santo e tiver a sensibilidade de ouvir a Sua voz. Essa sensibilidade nos traz ousadia para fazer tudo aquilo que for necessário.

O problema pode ser outro também, talvez eu mesmo seja aquele homem que esta mendigando o pão, sem sensibilidade alguma. Porém se eu já tenho a Cristo na minha vida, é apenas uma questão de me posicionar. Ainda que eu não esteja sentindo nada, o Senhor marcou a minha vida, me escolheu e separou para Ele, portanto não preciso ficar mais do lado de fora mendigando, chegou a hora de me levantar e louvar a Deus, e provar tudo aquilo que Deus tem para mim.

Alguém que provou de intimidade com Deus foi Moisés. A bíblia diz que ele entrava na tenda para falar com Deus, e então a nuvem da glória de Deus ficava sobre a tenda, e ali Moisés tinha experiências com Deus, e trazia direção para todo o povo. A intimidade com Deus era tanta, que Moisés precisava colocar um véu em seu rosto, pois a glória de Deus refletia sobre sua face (Êxodo 34: 33-35). Experiências com Deus nesse nível é que vão dar base para toda nossa vida.

Jesus veio até a terra com o propósito de estabelecer o reino dos céus aqui, e foi o que Ele pregou, que era chegado o reino. Mas os discípulos e os judeus esperavam um reino físico, enquanto Jesus falava de algo espiritual que refletiria no natural.

Mateus 4:19

Eles entenderam esse chamado e largaram tudo aquilo que eles tinham e faziam, entenderam que esse propósito era maior do que tudo que eles faziam. Mas depois de três anos veio o conflito sobre eles, Jesus morreu na cruz e eles entraram em crise, voltaram a ser pescadores. Voltaram a sentar do lado de fora do templo e a mendigar como se fosse aquele homem paralítico. Mas isso não era para eles, definitivamente não era.

Quando Jesus avisou os discípulos de sua partida, Tomé questionou-o dizendo:

“Senhor, nós não sabemos para onde vais, como poderemos saber o caminho?”

João 14:5

Essa é uma pergunta de alguém que está em conflito, que está perdido. Mas Jesus não os deixaria sozinhos, e mais à frente Jesus diz sobre a vinda do Espírito Santo, o Consolador. E eles de fato receberam essa promessa em Atos 2, quando se cumpriu o dia de Pentecostes, e então foram batizados e cheios do Espirito Santo de Deus. Isso é promessa pra nós também, sermos cheios do Espirito Santo!

Ao trazer a vida de Deus para a vida daquele homem a porta do templo, Pedro diz para ele olhar em seus olhos. Se quisermos nos levantar, é necessário olhar para os olhos do Senhor, e então sair do chão. Se não houver isso, minhas palavras não farão a diferença e serão naturais, logo nada irá acontecer.

Precisamos refletir qual tempo temos passado na presença de Deus, pois é isso que vai fazer a diferença em nossas vidas. Moisés ficou um tempo no monte, na presença de Deus, e quando voltou o povo estava em pecado, e haviam deixado de lado tudo aquilo que Deus pediu a eles. E então Moisés volta a ter com Deus, e Deus diz ter se cansado daquele povo. E Deus continua, dizendo que não andaria mais com eles, que enviaria apenas a Moisés. Porém Moisés não se conformou com isso, pois Ele sabia o quanto era bom estar ao lado da presença do Senhor, e diz a Deus que se fosse para ir só era melhor não ir a lugar algum, e então ele intercede pelo povo (Êxodo 32:11-14). Essa foi a atitude de Moisés diante de Deus, e qual tem sido a nossa atitude diante aqueles que estão perdidos? Só assim, mediante postura nossa para com Deus, é que os coxos serão salvos.

Nada além da presença de Deus pode mudar a minha vida. É somente através de experiências que seremos transformados por Deus, e poderemos transformar outros através de Deus.

Aquele homem a porta do templo não tinha acesso ali, mas hoje o véu foi rasgado, e temos livre acesso a presença de Deus, temos um lugar separado à mesa pra ceiar com o Senhor. Deus tem grandes coisas para fazer em nossas vidas, por isso o diabo vai falar que somos perdedores e desqualificados, mas é tudo mentira. Através do sangue de Jesus fomos marcados por Deus, e é isso que realmente importa e me qualifica a ser filho do Deus vivo.

Não precisamos mais esperar alguém se compadecer de nós como o homem coxo, ou esperar o fim da festa para poder comer, sentado na calçada não é o meu lugar. Meu lugar é dentro da festa, onde tudo está preparado e reservado para cada um de nós.

“E, saltando ele, pôs-se em pé, e andou, e entrou com eles no templo, andando, e saltando, e louvando a Deus.”

Atos 3:8

Esse é o nosso lugar, entre você também na presença de Deus!

Jesus ao chamar Pedro e André, Tiago e João disse:

“Venham após mim, e Eu vos farei pescadores de homens”

Momento de Decisão

Preletor: José Simões

Texto Base: 2:16 – 17

Em nossa existência terrena, a todo o momento tomaremos decisões. Sejam elas grandes ou pequenas, mas teremos que tomá-las. Uma coisa muito importante que devemos aprender é que Deus não toma decisão por você! Mas, se temos um relacionamento com Ele, nós teremos direções dEle, e mesmo assim, Deus não decidirá por mim e por você.

Muitas coisas que passamos hoje são consequência de decisões erradas do passado.

E por que algumas vezes decidimos errado? É simples, é porque somos precipitados. Será que quando dizemos que estamos orando a respeito de algo, estamos esperando mesmo que a vontade de Deus seja revelada?

Na vida sempre teremos duas vozes que irão nos influenciar, mas a decisão ainda será sua.

“E o Senhor Deus ordenou ao homem: “Coma livremente de qualquer árvore do jardim,
mas não coma da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que dela comer, certamente você morrerá”.
Gênesis 2:16-17 

Disse a serpente à mulher: ‘Certamente não morrerão!
Deus sabe que, no dia em que dele comerem, seus olhos se abrirão, e vocês serão como Deus, conhecedores do bem e do mal’”
Gênesis 3:4-5

1º influência: As Vozes

Deus não criou as duas vozes para que o homem as ouvisse, mas permitiu que isso acontecesse para que houvesse o livre arbítrio. Deus deu a ordem para que não comessem da árvore do conhecimento do bem e do mal, mas o poder de escolha estava com Adão e Eva.

Existem coisas na vida que não precisamos experimentar porque elas só nos trarão dano, mas mesmo assim experimentamos, por não ouvirmos a voz de Deus.

2º Influência: Decisão da Alma

“Quando a mulher viu que a árvore parecia agradável ao paladar, era atraente aos olhos e, além disso, desejável para dela se obter discernimento, tomou do seu fruto, comeu-o e o deu a seu marido, que comeu também.”
Gênesis 3:6

A decisão de Eva foi totalmente almática. Primeiramente ela ouviu o diabo, viu que o fruto era agradável aos olhos, e que além de tudo poderia obter discernimento através dele, e então o comeu. Muitas vezes tomamos decisões pelo que sentimos ou pelo que vemos. Nossas decisões precisam ser baseadas nas verdades de Deus. Numa mente renovada por Ele, o diabo não tem lugar.

3º Influência: Medo

Medo excessivo rouba, trava e nos impede de avançar. Deus quer você com uma mente renovada. Uma mente renovada sabe discernir de quem é a voz que está ouvindo.

“Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”
Romanos 12:2

“Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!”
II Coríntios 5:17

Depois que nos convertemos, todas as coisas se fazem novas, mas às vezes o que ainda falta é que nossa mente seja renovada.

As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem.”

João 10:27

 Se você não está ouvindo a voz de Deus, é porque você não está sendo ovelha. É necessário que você se torne uma, se não quiser ser confundido pelas vozes, porque o diabo sempre vai tentar confundir sua mente quando você estiver prestes a tomar alguma decisão.