Arquivo mensais:janeiro 2014

Pastor Mel Tari

No dia 05 de fevereiro teremos o prazer de ter o pastor Mel Tari ministrando na Comunidade Casarão do Vila Vitória as 20hrs, ele é o pastor que da Cobertura espiritual para a Missionária Heidi Baker do ministério na África com as crianças… O pastor Mel Tari tem sido usado por Deus e testemunhado de mortos ressuscitando, água sendo transformada em vinho, a cura de todos os tipos de doenças, cegos vendo,  aleijados andando,  surdos ouvindo,  mudos falando, câncer desaparecendo,  e  milhões de pessoas se convertendo ao Senhor Jesus.  Mel Tari anda com o pastor Bill Johnson e Randy Clark dos Estados Unidos. Queridos não percam esse dia, teremos um culto de unção, milagres e muito poder de Deus. Contamos com a sua presença e de sua célula . Dia 05/02 as 19:45hrs no prédio da Comunidade Casarão do Vila Vitória, será poderoso.

Passando por Processos

Pr. Murilo Mulieri

Texto base: I Samuel 17:12-30

A maioria de nós quando lemos a respeito de Davi, já logo lembramos que ele foi um rei, que matou o gigante, que foi um grande vencedor. Mas observando a história, vemos que Davi não começou matando gigantes. Ele começou passando cada etapa de sua vida, sendo aprovado em cada processo.

Davi antes de se tornar guerreiro e rei, desempenhava uma função simples, que não era cobiçada por ninguém, não tinha nenhum prestígio, era pouco relevante. Mas enquanto fazia essa função de apascentar algumas ovelhas, Davi permanecia fiel no pouco e em cada processo de sua vida.

Alguns de nós não rompemos porque não passamos pelos processos sendo fiéis até o fim. Desistimos no meio do caminho. Achamos que é pouco, que nosso trabalho e empenho na obra do Senhor não significam nada, ou até mesmo desejamos pular etapas e por isso não passamos para as próximas fases do processo.

Não iremos avançar para as coisas grandes enquanto estivermos sendo infiéis nas pequenas coisas!

Antes mesmo de ir à luta para enfrentar o gigante, Davi precisou passar por algumas etapas, alguns processos que a maioria de nós também já passou, está passando ou ainda pode passar em algum momento da vida:

  1. Ser curado de alma: Davi foi esquecido pelo seu próprio pai quando Samuel procurava o rei que deveria ser ungido, mas isso não foi motivo para ele tornar uma pessoa melindrosa, com medo de ir a adiante, com necessidade de ser elogiado ou reconhecido. Ele era curado de alma. Assim também nós precisamos passar por cima das feridas de nossas almas, permitir que o Senhor nos cure e não deixar que isso seja empecilho para nosso crescimento.
  2. Vencer as críticas: Os irmãos de Davi caçoaram dele, duvidaram e o criticaram quando ele estava sendo corajoso e cheio de fé para vencer o inimigo de seu povo. Diversas vezes pessoas próximas a nós, pessoas que até amamos nos criticam, desanimam em relação a sonhos e planos que Deus coloca em nossos corações. Precisamos ser sábios e assim como Davi não aceitar que as críticas nos paralisem.
  3. Vencer a incredulidade: Já tendo passado pelas feridas da alma, pelas críticas, Davi ainda teve que lidar com a incredulidade do rei em relação ao que ele estava disposto a fazer. O rei até quis colocar uma armadura em Davi, pois não cria que Deus o iria honrar naquela luta. Também essa é uma situação que pode acontecer conosco. Líderes, pais, patrões, pessoas que são referencia para nós podem duvidar do nosso potencial em Deus. Mas nossos ouvidos devem estar atentos para Deus que certamente acredita em nós! Ele não desiste nunca de seus filhos. Ele acredita nos seus amados!

A bíblia relata em I Samuel 22:1-2, Davi passando por uma dificuldade, tendo que se esconder em uma caverna por causa da perseguição que estava sofrendo.

Isso nos fala de momentos de dificuldades que podemos passar e que muitas vezes não temos forças e acabamos nos escondendo. Mas Davi era um homem acostumado a passar pelos processos de sua vida e mesmo estando num momento de dificuldade ele se permitiu ser usado por Deus e ajudar a outras pessoas a passar por processos e romperem em Deus.

Na caverna, Davi lidou com três grupos de pessoas. Pessoas com muitos problemas, pessoas que a sociedade já havia excluído que estavam mesmo sem esperança.

Esse grupo de pessoas não estava ali por acaso. Deus mesmo se encarregou de levá-los até lá, porque Ele sabia que eles precisavam passar por processos e Davi seria o homem que iria ensinar aqueles homens como romper e passar pelos processos.

 Os grupos recebidos por Davi foram:

  • Os rejeitados: Davi sabia o que era ser rejeitado, ele já havia passado por isso em sua família, no reino onde vivia e não podia deixar de acolher aquele grupo de pessoas.

Se os homens nos rejeitam, se a sociedade nos exclui, temos uma ótima notícia. No Reino de Deus há lugar para os rejeitados! Deus ama ovelhas, não importa a cor, a dificuldadeou a limitação.

  • Os que viviam em aperto: Esses eram homens cheios de culpa e de peso. Pessoas que sentiam perseguidas, condenadas. Mesmo dentro da igreja, muitas pessoas se sentem menores em relação às outras, carregam culpa, falta de perdão, vivem debaixo de acusação do diabo, vivem com o coração apertado. Mas a palavra de Deus nos ensina que não existe acusação para aquele que está em Cristo! Ele levou toda nossa culpa e nos fez justos!
  • Os angustiados de espírito: Pessoas assim são aquelas que têm tudo para serem felizes, mas não são! Tem sempre uma visão piorada das coisas, são cheias de dúvidas, não entendem a fase que estão passando.

Por vezes ficamos presos a coisas que nós achamos que tem valor, seguramos situações, coisas, pessoas… Mas o Senhor deseja “colocar fogo” nessas coisas, nos libertar e nos levar a viver níveis mais profundos.

Em II Samuel 23:8-12 vemos o exército dos valentes de Davi depois de passar pelos processos. Nem pareciam mais os mesmos homens problemáticos, excluídos, rejeitados, vivendo em aperto, angustiados de espírito. Os desenganados se tornaram valentes! Todos tiveram suas histórias transformadas, mas um deles se destacou. Samá.

Samá nos mostra que nossos valores devem ser inegociáveis. Aquilo que tinha valor para ele poderia até não ter valor para mais ninguém, mas ele acreditava e isso o movia a lutar.

“Um valente sempre tem um motivo para lutar! Qual tem sido nosso motivo de lutar? Só investimos nosso esforço, nossa luta naquilo que é de fato valioso para nós. Qual tem sido nosso campo de lentilha?”

Muitos se desviam do propósito eterno de Deus porque não dão valor para aquilo que Deus coloca em suas mãos. Quanto vale sua família, seu casamento, seus irmãos em Cristo, seus filhos espirituais, a vida de Deus que há em você?

Pessoas dão suas vidas pelo trabalho, pelo time de futebol, por horas na internet, por coisas que só tem valor nesse mundo.

Samá foi um exemplo para nós! Não importava se todos diziam que aquilo não tinha valor, que era uma loucura, um fanatismo, um exagero. Ele sabia o que tinha valor para ele e para Deus. Ele se posicionou!

Essa deve ser nossa atitude com nossos valores Cristãos, com nossa postura radical contra o pecado, contra a cultura individualista desse mundo. Aqui não! Eu não abro mão! É preciso ter convicção. Deus nos escolheu para avançar!

Orações por vezes não são atendidas porque nem mesmo aquele que ora acredita no poder da sua oração. Quem não tem convicção desiste!

Deus quer usar nossas vidas! Ele nos escolheu mesmo com nossos problemas, nossas limitações, defeitos e feridas. Não importa quem somos, importa como a Glória Dele vai se manifestar por meio de nós.

Deus já fez algo para você, por você e em você. É chegado o tempo de Ele fazer algo através de você!

As promessas de Deus estão prontas, basta que nós nos manifestemos. Precisamos ter convicção que o Senhor quer nos usar. Ser valente, corajosos para passarmos pelos processos, descer a caverna se necessário for, permitirmos sermos tratados e romper em nome de Jesus!

O Caminho da Intimidade

Pr. Vagner de Oliveira

Texto Base: Lucas 5:1-7

Deus nos criou para que possamos ser amigos dEle, colocou o homem em um jardim onde pudéssemos ser livres para ter Intimidade com ELE, entretanto o pecado entrou em nós e como consequência nos afastou de Deus. O anseio de Deus ainda hoje é ter intimidade com as suas criaturas, embora Ele mesmo tenha nos concedido o presente de sermos chamados seus Filhos e Herdeiros, mas como filhos precisamos buscar intimidade com nosso Pai e no texto de Lucas 5 podemos aprender alguns princípios valiosos para alcançar a intimidade com Deus, desfrutando assim do Melhor que ELE pode nos preparar.

Intimidade é algo precioso e não conseguimos oferecer a muitas pessoas, na vida de Jesus não foi diferente, existiam pelo menos três tipos de pessoas que passaram por seu ministério: os discípulos, os seguidores ocasionais e a multidão.

Em Lucas 5, os discípulos de Jesus saíram para pescar e após uma noite inteira em alto mar, não conseguiram pescar um peixe sequer, quando chegaram a praia pela manhã, Jesus os encontrou e ordenou que afastassem o barco da praia, pois a multidão estava por toda a praia. Com isso podemos aprender que para ter intimidade com Deus, é necessário nos afastarmos das coisas do mundo, coisas que a multidão pratica, a multidão não tinha compromisso com Jesus, seguia de longe e quando queria, os discípulos estavam 24h por dia ao lado de Jesus.

Os discípulos eram diferentes da multidão justamente porque eles não praticavam as mesmas coisas, talvez você não tem frutificado ou crescido pois está entretido no meio da multidão, está seguindo outras pessoas ao invés de seguir Jesus. Como você tem sido reconhecido lá fora? Se Jesus fosse escolher 12 discípulos hoje, será que o seu nome estaria na lista?

Talvez tenhamos vivido nos alimentando das migalhas, quando na verdade o desejo de Deus é nos fazer desfrutar de um banquete preparado por Ele. Precisamos deixar de viver com a multidão, entrar no barco, ser participante para que possamos atingir novos níveis de maturidade contra o pecado e atitudes contrárias à palavra de Deus.

Quando não somos discípulos e não andamos na mesma visão, pouco ajudamos e muito atrapalhamos, é necessário que estejamos alinhados ao propósito eterno de Deus.

Em que nível nós nos encontramos?

A palavra de Deus diz em II Coríntios 5:7 diz: Pelo que, se alguém está em Cristo nova criatura é; as coisas velhas se passaram e eis que tudo se fez novo; sendo assim, não deve haver espaço na minha vida para coisas do passado, se tais coisas tem estado em mim é porque falta INTIMIDADE.

Talvez estejamos aguardando algo, concretização de sonhos, alvos e projetos alcançados, mas não recebemos porque ainda estamos vivendo os costumes da multidão, o maior projeto que alguém pode traçar para sua vida é o de ser mais íntimo de Deus, como verdadeiro discípulo.

Princípios Para Ter Intimidade

1-     Estar no barco: Isso nos fala de mudar de nível, subir um degrau a mais, realizar coisas novas, aceitar discipulado, aceitar ser confrontado, ser discípulo.É tempo de crescimento.

2-     Faz-se ao mar alto: Deus nos instrui a buscar as águas profundas, ir além, fazer o que ninguém faz. É necessário sair do raso. No relacionamento com Deus ainda existem coisas as quais Ele ainda não revelou, e se continuarmos no raso Ele nunca nos revelará. Lugar de discípulo é no PROFUNDO;  não podemos viver de experiências dos outros. Quanto tempo temos investido nas coisas que realmente interessam? Precisamos influenciar e não sermos influenciados. Se isso não tem acontecido é porque falta PROFUNDIDADE. Em que nível as águas se encontram em nossa vida?

3-     Lançai as vossas redes: Naquela passagem, todos eram pescadores e não haviam pescado nada, Jesus era carpinteiro e possivelmente aos olhos humanos não entendia nada sobre pesca. Podemos aprender com os discípulos que talvez tenhamos nos apoiado naquilo que sabemos ou no que nossos olhos naturais enxergam, e por causa disso deixamos de OBEDECER. Porém, mesmo diante daquela situação eles decidiram obedecer. Discípulos obedecem em tudo, mas a multidão obedece quando convém. Nessa história, onde nos encaixamos?

Talvez eu e você muitas vezes já pensamos em “lavar as nossas redes” , isso nos aponta a parar, desistir, abrir mão porque talvez uma, duas ou três vezes algo não deu certo, mas temos que enxergar com os olhos da fé que existe uma grande pesca preparada para aqueles que decidiram obedecer, entrar no barco, se afastar do que não convém, buscar profundidade e intimidade com Deus para que no tempo certo o Senhor realize milagres em nossas vidas.

 

Esperar em Deus

Pr. Almir de Freitas

Texto Base: Salmos 40:1-4

Nos dias de hoje, temos certa dificuldade de esperar por qualquer coisa, vemos uma fila e já nos apavoramos. O que temos que colocar em mente, é que quando Deus nos promete algo, não importa o tempo que irá levar, Ele cumprirá palavra por palavra. A primeira vinda de Jesus é um grande exemplo disso, Deus havia prometido para seu povo um Libertador, e essa promessa passou de geração para geração, profetas e mais profetas anunciaram a vinda de Jesus, que levou cerca de três mil anos até se cumprir. Quanto tempo você está disposto a esperar para que as promessas do Senhor aconteçam sobre sua vida?

Precisamos aprender em quem confiar, e vemos no texto de Salmos 40:1-4, que a nossa base de confiança deve ser o Senhor. Se algo simplesmente não acontece do meu jeito então já não quero mais nada, ou já começo a reclamar e colocar a culpa em Deus. Entenda algo: Deus está no controle de absolutamente tudo o que acontece ou irá acontecer, TUDO. Portanto a nossa confiança de forma alguma deverá estar em nosso dinheiro, ou no nosso emprego que julgamos estável, e muito menos em outras pessoas, mas é no Senhor que devemos confiar, pois é d’Ele que vem o nosso socorro. Como lemos no texto de Salmos, Deus se inclina e ouve aquele que confia e espera n’Ele, exercite isso em sua vida.

O oposto de se esperar é se desesperar. É certo que aquele que não sabe esperar vai acabar se desesperando em uma situação ou outra. Aquele que não sabe esperar sofre de falta de paciência, que por sua vez sempre irá gerar um tipo de decepção. Aprenda a ter paciência, pois Deus não trabalha no ritmo que queremos, Ele trabalha no ritmo que é necessário, talvez seja mais rápido ou talvez demore mais. Então dizemos: “Senhor, preciso de um carro novo urgente”, ou então: “Pai amado, quando finalmente vou conseguir me casar?”. Há momento para tudo, e é preciso saber esperar para não se frustrar com as coisas que nos oferecem fora de hora. A impaciência é a causa da maioria dos meus problemas, e assim, só nos prejudicamos. Na verdade não temos direito à nada, mas é tudo pela graça e pela misericórdia do Senhor que somos abençoados. Nesse ano podemos ter muitas coisas boas através da nossa paciência, Deus permite momentos de luta sim, mas é para nosso próprio crescimento.

Mas então até quando precisamos esperar? A terra esperou três mil anos para ver a primeira vinda de Cristo, e não posso esperar um pouquinho? Tenha fé e paciência até Deus te responder, porque Ele vai te responder.

Existem alguns aspectos comuns em toda pessoa que não sabe esperar em Deus:

- A pessoa vive impaciente por tudo, não consegue se focar em coisa alguma;

- Sempre tem pressa de tudo, não pode esperar por nada;

- Vive angustiado em cada aspecto de sua vida, e por essa razão perde a paz.

Se você se identificou com alguns desses aspectos, então você é uma dessas pessoas, e precisa se permitir ser moldado pelo Senhor. Queremos lhe ensinar onde você tem errado, para que aprenda e então viva melhor, e assim ajude outras pessoas. Na sequência iremos descrever alguns passos de como desenvolver paciência, de como esperar no Senhor. Veja:

1) Preciso mudar o meu foco;

A maior parte do problema de não saber esperar e confiar em Deus está no fato de se focar em algo errado. Nos focamos somente na dificuldade, vemos apenas o gigante pela nossa frente, e dessa forma o pessimismo toma conta de nós. Aquele que é impaciente somente olha para os defeitos. É como se caísse um pinguinho de tinta sobre uma folha branca. É possível olhar e usar todo o restante da folha, mas a pessoa não consegue por apenas se atentar ao pinguinho de tinta. O pinguinho é só um detalhe, e o resto da folha que está perfeitamente limpa? Talvez esse pinguinho seja sua dificuldade, e a folha a sua vida. Mude o foco, deixe de olhar para o pinguinho, deixe de olhar para o pequeno problema, e olhe para o restante, olhe para o Deus que se importa com você e te coloca de pé. Como podemos ler no texto de Provérbios 19:2, reflita bem e mude o foco de seu caminho.

Deus nunca irá perguntar o que você não tem, mas Ele pergunta sobre o que você tem. Foi assim no texto de ll Reis 4:2. Nesse texto a mulher estava se focando errado ao olhar para aquilo que ela não tinha, porém ela foi direcionada por Elizeu a mudar seu foco naquilo que ela tinha, que era uma botija de azeite. Observe que por mudar seu foco, ela pagou as suas dívidas e ainda sobreviveu do restante. Pare de olhar somente para as coisas negativas, e extraia coisas positivas daquilo que você já possui. Onde está o seu foco? É através daquilo que você tem que Deus irá fazer um milagre em sua vida. Mude seu foco já e pare de reclamar.

2) Observe o tempo certo

Deus cumpre com sua palavra no tempo exato, não é antes nem depois, é na hora exata. Aquilo que Deus falou Ele cumprirá, não tenha dúvida alguma nisso. Podemos tirar exemplo de observar o tempo certo quando Jesus ressuscitou Lázaro. Diz a bíblia que ainda quando Lázaro estava doente chamaram a Jesus para ir curá-lo, porém Jesus espera quatro dias para ir até lá, mas tudo tem um propósito e um tempo certo, cabe a nós observarmos o tempo certo para esperar e agir. Naquela época, as pessoas acreditavam que após a morte de alguém, seu espírito ficava no seu corpo por três dias. Agora, se Jesus ressuscitasse Lázaro antes dos três dias, será que atribuiriam esse milagre à Jesus ou diriam que “foi fácil” pois o espírito de Lázaro ainda estava sobre ele? Eles acharam que Jesus tinha chegado atrasado, mas não, Ele chegou na hora exata, pois observou o tempo certo.

Acredite, a crise vai passar, e não podemos interromper esse tempo, não podemos pegar um atalho ou simplesmente desistir. Não saia por ai “chutando o balde”, colocando fim naquilo que Deus não diz ser o fim. Quer parar de recomeçar? Então aprenda a parar de desistir! O segredo é observar e esperar no Senhor, porque as coisas vão acontecer, assim como aconteceu quando Jesus chamou Lázaro de volta a vida. Aliás, poderia ter acontecido muito mais, se Jesus não tivesse chamado Lázaro pelo nome, muitos ali naquele cemitério obedeceriam a Jesus e levantariam de sua morte.

3- Aplique amor;

Em l Coríntios 13:7, lemos que o amor tudo crê e tudo espera. Logo a impaciência é falta de amor. Tem sido difícil esperar? Então aplique amor. Muitos se perguntam o porquê de uma mãe ter tanta paciência em cuidar e corrigir seu filho que tanto “apronta”, e a resposta é que essa mãe ama o seu filho. Essa mãe sabe que logo seu filho vai crescer e que esse tempo vai passar. Por amar essa criança, a mãe espera pacientemente.

O mesmo acontece conosco em relação à Deus nosso Pai. Olhe para você mesmo: como alguém que é tão errado e cheio de orgulho, alguém que vive pecando, como alguém assim pode ter sido aceito e escolhido por Deus? A resposta está naquele versículo já decorado, João 3:16, a resposta é o amor. Deus nos escolheu por que Ele nos ama. Deus sabe que esse tempo é passageiro, Deus sabe da eternidade em que viveremos com Ele sem pecado algum, sem choro, sem tristeza. Deus sabe disso tudo, e por nos amar Ele espera e nos perdoa pacientemente através de sua graça e misericórdia, até o dia em que viveremos eternamente com Ele em seu reino de glória.

Está difícil de esperar? Então experimente aplicar amor!

4- Se entregue ao Senhor.

De certo o diabo vai dizer: “Onde está o teu Deus?”. Dependendo da sua resposta, esse irá ser o seu resultado. E sabe de uma coisa, a nossa resposta deve ser o silêncio, pois a melhor resposta é esperar em Deus. Muitas vezes o diabo vai usar nossos parentes, amigos, chefe, para falar isso em nossas vidas. E o que mais o inimigo quer é minar a nossa fé, e acabar com qualquer expectativa que tivermos, ele quer nos ver estressados e quer nos fazer discutir com outras pessoas, tudo isso para desviar a nossa atenção e acabar com o nosso foco.

Deus nos dá certos testes, mas Ele jamais nos abandona, veja o que diz Sua palavra:

“Mas os que esperam no Senhor renovarão as suas forças; subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; andarão, e não se fatigarão.” Isaias 40:31

Quando Deus age, nada nem ninguém pode o impedir, por isso se entregue ao Senhor por completo, e somente assim, você vai conseguir esperar tudo aquilo que Ele tem para você. Espere no Senhor, e suas forças serão renovadas. Espere no Senhor, e Ele irá te ouvir e te dar vitória.

A importância de transmitir o amor de Deus

Preletor: Pastor José da Silva

Texto base: II Coríntios 1:3-11

Uma coisa que podemos ver claramente nos dias atuais é que as pessoas estão mais independentes, egoístas, preocupados com seus próprios interesses e esqueceram-se do quão importante é voltar o olhar para o próximo. Não queremos nos envolver com ninguém, e é raro termos compaixão. No entanto, nós somos a igreja de Cristo, e temos o dever de sermos diferentes, pois fomos chamados para amar.

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação;
Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus.
Porque, como as aflições de Cristo são abundantes em nós, assim também é abundante a nossa consolação por meio de Cristo.
Mas, se somos atribulados, é para vossa consolação e salvação; ou, se somos consolados, para vossa consolação é, a qual se opera suportando com paciência as mesmas aflições que nós também padecemos;
E a nossa esperança acerca de vós é firme, sabendo que, como sois participantes das aflições, assim o sereis também da consolação.
Porque não queremos, irmãos, que ignoreis a tribulação que nos sobreveio na Ásia, pois que fomos sobremaneira agravados mais do que podíamos suportar, de modo tal que até da vida desesperamos.
Mas já em nós mesmos tínhamos a sentença de morte, para que não confiássemos em nós, mas em Deus, que ressuscita os mortos;
O qual nos livrou de tão grande morte, e livra; em quem esperamos que também nos livrará ainda,
Ajudando-nos também vós com orações por nós, para que pela mercê, que por muitas pessoas nos foi feita, por muitas também sejam dadas graças a nosso respeito.”
2 Coríntios 1:3-11

Em alguns momentos difíceis de nossa vida pensamos que Deus vai mandar um anjo para falar conosco, para trazer uma resposta, ou até mesmo para nos dar um abraço, mas não é exatamente assim. Deus manda sim um anjo para socorrer o aflito, e esse anjo é VOCÊ!

Deus nos criou para que fossemos pessoas que transmitissem o amor dEle para os que estão próximos! Você é o anjo que Deus está preparando, ensinando, e enviando para socorrer as pessoas angustiadas, aflitas e sem rumo.

Vemos muitas vezes no texto acima a palavra consolação. Mas, o que ela quer dizer?

Consolar é dar uma palavra amiga, um abraço, animar, para que ela recupere o ânimo.

Conforto é o sentimento, ou sensação de bem estar. Esse conforto pode ser material, físico, emocional ou espiritual. Paulo estava se referindo a fazer com que o meu próximo se sinta bem, à vontade, confortável, motivado e encorajado.

Paulo disse que viveu parte de sua jornada como missionário passando por situações que iam além de suas forças, conheceu o limite delas, achando até que morreria. Porém, ele nos passa uma ideia de como fazia para conviver com essas tribulações, e ser confortado. Ele dizia que o conforto que ele encontrava vinha diretamente de Deus.

Paulo sempre usava dos sofrimentos e angústias para tirar lições práticas de como tornar o evangelho eficiente. Tirar lições quando está tudo bem é sempre muito bom, mas testemunhar o evangelho com “tempestade no ar” não é tão simples. São nos momentos de tribulação que o evangelho causa um impacto maior. São nas horas mais difíceis, de tribulação que devemos nos voltar, pois é Deus que nos consola.

Ainda no texto acima, podemos observar que Paulo vê Deus por aquilo que Ele é não por aquilo que Ele dá.

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo…”.

O nosso engano muitas vezes é enxergar a Deus por aquilo que Ele pode dar, e assim O buscamos somente com o intuito de pedir. Paulo começa vendo a grandeza de Deus e reconhecendo que Deus é Pai.

Deus é Pai de todas as misericórdias e de toda a consolação.

“… o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação…”.

Essa paternidade diz que Ele é a fonte, a origem de tudo o que diz respeito a você.

 Foi Ele quem deu origem a todas as misericórdias, e Ele é a fonte de toda compaixão que você precisa. Deus tem prazer em derramar misericórdia e compaixão sobre os seus filhos.

Deus é a fonte de consolo.

Como posso ser consolado por Deus? A bíblia diz que todo aquele que é nascido de Deus, tem o espírito de Deus, e se o consolador vive em mim, posso ser consolado.

Em momentos de aflição em que sequer conseguimos orar, o Espirito Santo nos ajuda em nossas fraquezas, porque não sabemos orar como convém e é Ele quem intercede por nós junto ao Pai.

Bendito seja Deus por aquilo que Ele faz.

O que Deus faz conosco quando estamos atribulados, é se apresentar. É como se Deus viesse pessoalmente para nos consolar.

Eu fui consolado por Deus a fim de consolar outros.

Precisamos aprender a consolar os outros irmãos, a estar do lado uns dos outros. Paulo nos diz nesse texto que quanto mais somos consolados, mais podemos consolar.

Deus nos aguarda no meio das tribulações porque Ele sabe que a nossa força acaba e então precisamos de um milagre.

Paulo tinha consciência de que ele estava constantemente em perigo, e precisamos aprender a nunca abaixar a guarda, pois em qualquer lugar sempre estaremos rodeados de perigo, seja entrando, passando ou saindo de uma tribulação. Em qualquer momento da nossa vida, se o Senhor não estiver do nosso lado, seremos destruídos. Mas sempre teremos motivos para dar graças pelos livramentos, ainda que não percebamos.  Ele é glorificado por meio das nossas tribulações. Quer vivamos, quer morramos, é para a glória de Deus.

Que nesse ano que se inicia, possamos fazer a diferença a que fomos chamados.

Fazer a diferença exige compromisso, renúncia, e disposição para aprender consolar um aflito e pessoas desesperadas que estão precisando de um ombro que devolva a elas a alegria de viver.